Geraldo Alckmin NÃO é o “Santo” na lista da Odebrecht

Saiba por que Geraldo Alckmin não é o "Santo" da Odebrecht

Compartilhe  

Ao contrário do que foi divulgado por alguns veículos da imprensa e reproduzido nas redes sociais, o codinome “Santo”. Em uma das tabelas da Odebrecht, não se refere ao ex-governador Geraldo Alckmin. A informação foi confirmada por um dos delatores da construtora e pode ser verificada nessa reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com o delator, “Santo” da Odebrecht era o codinome do ex-superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Pedro Blassioli, já falecido. Em outras tabelas, Biassiolo aparece com o apelido Apóstolo. A propina em questão se referia a uma obra na Mogi-Bertioga e nem chegou a ser paga, pois o consórcio da obra não deu certo e a licitação foi reaberta.

Por isso é preciso deixar claro, que Geraldo Alckmin não é o “Santo” da Odebrecht!

Ajude a combater mentiras na rede. Compartilhe esse material e apoie Geraldo Alckmin.

Notícias em destaque