Segurança Pública

Graças a muito trabalho, alcançamos em São Paulo a menor taxa de homicídios do Brasil, apresentando números semelhantes aos de países desenvolvidos.

Graças a muito trabalho, São Paulo alcançou a menor taxa de homicídios do Brasil, apresentando números semelhantes aos de países desenvolvidos.

O estado de São Paulo fechou o ano de 2017 com 7,54 homicídios por 100 mil habitantes, a menor taxa desde que as estatísticas criminais começaram a ser registradas, em 1995. Sem dúvida, esta é uma das conquistas mais importantes da área de segurança nos últimos anos.

Para alcançar esse resultado, investimos grande volume de recursos para aumentar o número de policiais, implantar novas tecnologias, ampliar o número de unidades e batalhões das polícias Civil e Militar, equipar melhor os agentes de segurança e integrar bases de dados e sistemas de inteligência, entre outras ações.

São Paulo tem a menor taxa de homicídio do Brasil

Em 1999, São Paulo aparecia como o quinto estado mais violento do país. Naquele ano, a taxa de homicídios no estado atingiu a marca de 35,2 mortes para cada 100 mil habitantes. Hoje, o estado apresenta a menor taxa de homicídios do Brasil (7,54), o que representa 78% de redução. Nesses 17 anos de trabalho, 130 mil vidas foram salvas.

Este jogo virou após anos de contínuos investimentos, muito planejamento e coragem para enfrentar o problema.

A redução histórica do principal indicador internacional de criminalidade foi reconhecida por organismos nacionais e estrangeiros especializados em pesquisas sobre violência, como ONU, Unesco, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Ministério da Justiça, Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e Mapa da Violência no Brasil.

Queda de 13 mil para 3.503 assassinatos

130 mil vidas salvas com a redução de 78% dos assassinatos desde 1999

Segurança Pública

Novos policiais contratados

O Estado de São Paulo conta com 118.249 policiais – 85.562 militares, 29.139 civis e 3.548 técnico-científicos. Trata-se de um efetivo maior que o das Forças Armadas da Argentina, por exemplo. Para manter o padrão de atuação das forças de segurança, meu governo manteve vigorosa política de renovação, responsável pela contratação de 32 mil novos policiais entre 2011 e março de 2018.

32 mil novos policiais contratados

Desde 2011, a Polícia Militar abriu 17 editais para concursos

Novas unidades

Para termos segurança pública de qualidade é necessário infraestrutura de qualidade para os profissionais.

Desde 2011, criamos seis batalhões, 21 companhias, 29 pelotões, uma base aérea, quatro subgrupamentos de bombeiros, 23 postos e bases territoriais.

84 novas unidades da Polícia Militar

Não há região no estado de São Paulo que não tenha recebido uma nova unidade da PM

Segurança Pública

Delegacias da Mulher

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo é pioneira no aprimoramento de políticas de combate à violência de gênero.

Como governador, sempre me preocupei com a violência contra a mulher, por isso investi em mais Delegacias da Mulher.

O estado já possui 133 Delegacias da Mulher (que representam 36% das delegacias especializadas existentes no país) e um efetivo de profissionais treinados na Academia da Polícia para prestar o melhor serviço às vítimas.

36% das delegacias da mulher do país

133 unidades, 9 especializadas na Capital, 16 na Região Metropolitana e 108 em cidades do interior

Novas viaturas

Enquanto no Brasil inteiro os indicadores de segurança pioram, em São Paulo os números seguem caminho inverso. Para enfrentar o crime, a polícia paulista adquire uma média superior a 2.100 veículos por ano para renovação da frota. Entregamos quase 16 mil novas viaturas às polícias desde 2011. Atualmente, o estado possui 34.658 viaturas e 27 helicópteros.

Segurança Pública

15.800 novas viaturas entregues

90% da população do Estado ao alcance de helicópteros em no máximo 15 minutos

Programa de Bonificação por Metas

Sempre investi muito nas pessoas, pois são elas que fazem a diferença. Com o Programa de Bonificação por Metas, o policial de São Paulo foi muito valorizado e trouxe melhores resultados para a segurança pública.

O plano estimula o trabalho em equipe e, com metas definidas, dá objetividade ao trabalho das polícias. A finalidade é uma só: reduzir a criminalidade. Baseado em um modelo de gestão desenvolvido em conjunto pela Secretaria da Segurança Pública, comando das polícias e Instituto Sou da Paz, o Programa de Metas e Bonificação Policial foi criado em 2014, premiando 65 mil policiais por reduzirem os indicadores de violência em suas regiões.

Mais de R$ 530 milhões pagos a policiais por reduzirem os indicadores criminais

Mais de 65 mil policiais contemplados

Tecnologia de ponta contra a criminalidade

É preciso ação integrada e inteligência. Em São Paulo, a tecnologia tem sido uma aliada importante no combate à violência. Entre as medidas implementadas no meu governo para reduzir os índices criminais está o Detecta, maior big data da América Latina, que integra bancos de dados e agiliza o trabalho das polícias.

Segurança Pública

Maior banco de dados da América Latina

5.300 câmeras integradas

Prisão de 6.368 suspeitos com auxílio da tecnologia

Delegacia Eletrônica

A Delegacia Eletrônica passou por duas importantes ampliações desde 2011. O serviço, que foi criado em 2000, praticamente dobrou de capacidade, possibilitando o registro de 13 modalidades de boletins de ocorrência. A ferramenta on-line, que funciona 24 horas por dia, proporciona comodidade às vítimas, que economizam tempo e outros gastos com transporte.

Aumento de 754,5 mil para 1,3 milhão de boletins de ocorrência on-line

Inauguração de penitenciárias e ampliação das unidades existentes

São Paulo é o Estado que mais tira criminosos das ruas. O sistema prisional, associado a outras medidas, contribui para melhorar a segurança pública. Desde 2011, inauguramos 23 penitenciárias, ampliamos unidades existentes e criamos mais 28 mil vagas.

Mais 11 mil vagas serão geradas com a construção de 13 unidades

35 novas Centrais de Penas Alternativas

55 cadeias fechadas em delegacias

Área de atuação

Trabalhei para modernizar São Paulo, gerando empregos e construindo as bases do desenvolvimento sem comprometer as finanças do estado. Confira a lista de realizações de meus mandatos mais recentes como governador em cada área da gestão pública.